mspyBlog
mSpy blog Atualizações, notícias e dicas no blog oficial do mSpy
Busca

Guia prático: como saber se meu WhatsApp está sendo rastreado

Laura Alves Cardoso

O mundo da tecnologia, sem sombra de dúvidas, trouxe inovações, possibilidades e facilidades com que jamais sonhamos. São tantos dispositivos, sistemas, aplicativos, entre outros que nos permitem fazer muito, em pouco tempo.

No entanto, há um detalhe que ainda perdura como uma fraqueza no mundo da tecnologia, sobretudo, quando falamos de internet e de redes sociais: a segurança. Não entenda mal, os gigantes do mercado fazem muito e investem muito nesse aspecto, mas ainda há muito perigo lá fora.

Uma das redes sociais mais atacadas é o WhatsApp. Deste modo, descobrir como saber se alguém está me espionando no WhatsApp se tornou uma pergunta frequente em nossas caixas de entrada. É justamente o que você encontrará neste guia. No entanto, ao contrário do que você já deve ter lido por aí, traremos a informação simples, efetiva e em uma linguagem que todos podem entender.

Para começo de conversa, é importante darmos uma olhada de perto nos principais métodos utilizados para invadir o WhatsApp de outra pessoa.

Índice

Os três métodos mais populares para espionar WhatsApp

Embora haja muitas variedades de ataque, boa parte delas envolve altíssimo conhecimento técnico, muito dinheiro e tempo: são os hackers profissionais. Entretanto, a verdade é que eles não estão interessados em você, mas sim nos grandes segredos corporativos.

Mas, há muitas pessoas que adorariam descobrir as suas conversas, os seus arquivos compartilhados e, quem sabe, alguns dados mais sensíveis, como dados do seu cartão que foram enviados a um familiar, ou uma senha bancária. De toda forma, esses são os ataques a que devemos nos concentrar e, claro, entender.

O WhatsApp Web

A ferramenta nativa do WhatsApp também pode ser uma ameaça, se você não tomar cuidado. Embora, evidentemente, o recurso não tenha sido desenvolvido para este fim, é muito mais utilizado para isso do que você imagina.

Imagine o seguinte caso. Você mora em uma república de estudantes, um apartamento pequeno com quatro pessoas. Durante o seu banho, um amigo, que está no quarto ao seu lado, utiliza o seu celular desbloqueado para fazer o login no WhatsApp Web com a sua conta, no computador dele.

O seu celular quase sempre estará próximo ao quarto dele e, deste modo, ele quase sempre terá acesso às suas mensagens e quaisquer documentos recebidos e/ou enviados pelo aplicativo. Aterrorizante, não? Mas, então, como saber se meu WhatsApp está sendo espionado?

Bem, o próprio app o avisa.

Como saber

Método 1: Atente-se sempre às notificações que o aplicativo o envia. Sempre que a sua conta logar em qualquer computador, haverá uma notificação de que isto ocorreu na sua tela principal do celular.

Método 2: Acesse o menu do WhatsApp (três pontinhos no Android e “Ajustes” no iOS). Agora, clique em WhatsApp Web. O seu celular mostrará, à esquerda, o último local em que ele foi conectado, a incluir a data, o horário e o dispositivo (PC, Macbook, Android, iPhone). Caso não tenha sido você, algo de errado aconteceu.

O que fazer

Se isto ocorreu, é hora de agir. Felizmente, o procedimento é simples e duas ações devem ser tomadas, sobretudo.

Passo 1: Na mesma tela em que você visualizou o dispositivo que acessou, por último, a sua conta via WhatsApp Web, você verá um comando que diz “Desconectar-se de todos os dispositivos”. Clique nele. O aplicativo encerrá qualquer sessão da sua conta.

Passo 2: Agora, vem a segunda etapa para que isto não ocorra mais. No mesmo menu (ou Ajustes, se for iOS), acesse “Conta”. Agora, “Confirmação em Duas Etapas”. Deste modo, sempre que o WhatsApp for conectado em algum outro dispositivo, você receberá um código. Este código terá de ser inserido para que o processo de login se concretize.

Sua conta em outro celular

A segunda possibilidade é alguém utilizar a sua conta em outro celular. Na verdade, neste caso, a pessoa utilizará mesma fórmula acima, mas em um outro celular, em vez de um computador. Isto permite que ela, de quebra, ainda esteja mais perto de você sempre que quiser acessar as suas mensagens.

Para piorar, no local que vimos que as informações da última vez em que você se conectou ao WhatsApp Web, aparecerá um Android (ou iOS) que pode ser o mesmo sistema operacional que você utiliza. Não é raro que você se confunda e ache que está tudo normal. Então, como saber se o WhatsApp está rastreado?

Como saber

Método Único: Aposte no alerta (notificação) enviado para o seu celular, uma vez que esta função permanecerá operante. Também é verdade que você pode, sim, acessar a sua conta e ver o dispositivo a que sua conta Web se conectou, mas, como dissemos, isso pode ser confuso neste caso.

Dica: Sempre que tiver qualquer suspeita acerca da segurança de seus dados do WhatsApp, acesse o seu menu do aplicativo e encerre todas as sessões dele. Deste modo, no mínimo, a pessoa terá que encontrar uma forma de reconectar com a sua conta.

O que fazer

Passo 1: Além da dica acima, é imprescindível para melhorar a sua segurança digital que repita o procedimento de habilitação da confirmação de duas etapas, como já ensinamos.

Passo 2: Previna-se quanto ao acesso ao seu celular por parte de terceiros. Não o empreste sem supervisão, mantenha-o sempre sob senha e não a compartilhe com ninguém, mesmo os seus amigos.

Aplicativos espiões

O último método mais comum é o uso de um aplicativo espião. Trata-se de um tipo de software desenvolvido exclusivamente para se ganhar acesso ao celular de outra pessoa, de forma invisível e remota.

Embora alguns deles sejam, de fato, totalmente indetectáveis, a maioria dá pequenas mostras de que algo de errado está acontecendo. Desses pequenos rastros é que falaremos agora.

Bateria drenada

As causas mais comuns para que o seu celular tenha a bateria consumida rapidamente são:

  • Bateria muito velha;
  • Uso intenso de aplicativos extremamente pesados;
  • Diversos aplicativos e atualizações operadas em segundo plano;
  • Ataque de um aplicativo espião;

Por eliminação, caso você esteja com um problema repentino na bateria do seu aparelho e, aparentemente, nenhum dos cenários acima esteja acontecendo, você pode, sim, ter sido vítima do ataque de um aplicativo espião.

Chamadas e textos

Sons estranhos durante a chamada (como bipes) e mensagens SMS que aparecem do nada, de número estranho com conteúdo indecifrável por ser um sinal claro de um aplicativo espião. Caso isto esteja acontecendo, há uma grande probabilidade de que você esteja rastreado por alguém.

Queda de performance

Assim como o que ocorre com no caso das baterias, o seu celular também pode passar, do nada, a ter dificuldades para rodar aplicativos e jogos com a mesma capacidade que tinha em outro momento. As razões mais frequentes que justificam isso são:

  • Muitos aplicativos abertos e rodando ao mesmo tempo;
  • Ataque de um aplicativo espião;

NOTA: este cenário é válido para queda repentina de performance. Se o seu celular é antigo e tem o processamento lento, isto se deve ao fato de ser uma tecnologia obsoleta, não a um ataque.

Você já conhece as melhores formas de identificar e de se defender das formas mais populares de ataque contra a sua conta WhatsApp. Entretanto, existem algumas coisas que você pode fazer para prevenir esses casos.

Como proteger a sua conta WhatsApp de ataques

Na internet, o termo totalmente seguro não existe. Mas, isso não quer dizer que você não possa dificultar as coisas para quem estiver tentando acessar os seus dados. Com as medidas abaixo, é certo que a esmagadora maioria não saberá como prosseguir no ataque contra você.

  1. Não deixe o seu celular desbloqueado ou sem senha em nenhuma hipótese;
  2. Nunca empreste o seu celular para alguém sem supervisão;
  3. Evite conectar-se ao WhatsApp Web em qualquer dispositivo que não seja seu;
  4. Evite utilizar redes Wi-Fi desconhecidas, públicas, ou sem senha;
  5. Utilize aplicativos que permitem criar senhas para uso de outros apps;
  6. Habilite a verificação de duas etapas;
  7. Não faça download de arquivos desconhecidos;
  8. Não acesse documentos ou arquivos de fontes desconhecidas;
  9. Não acesse sites ou conteúdos duvidosos;
  10. Rotineiramente, encerre as sessões do WhatsApp em todos os dispositivos;
mspy-banner-image
Guessing doesn’t work. mSpy does.
Garanta a sua tranquilidade hoje

Deixe um resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Voltar ao Topo
Inscreva-se na nossa newsletter